sexta-feira, Novembro 30, 2007

Yellow Lollipop

A animação do vídeo de "lollipop", tema de Mika, foi feita, da forma tradicional, por cinco franceses que dão pelo nome de Bonzom, e, por ser tão fenomenal, há que ver:

Happy Insect Baby



Os Insect Guide são um duo de Leeds. "White Flowers", o vídeo abaixo, encontra-se no seu disco de estreia "6Ft In Love".



Vídeo para "David Hero":



Podem saber mais sobre a banda, no seu excelente site.

Judy Judy Judy





Rufus Wainwright fala sobre o seu espectáculo sobre Judy Garland no Palladium, Londres, que estará disponível , em breve, em dvd.
(Via Times Online)

quinta-feira, Novembro 29, 2007

Happy Lake Baby



Quem disse que marido e mulher não podem trabalhar juntos? Jace Lasek e Olga Goreas, mais conhecidos por Besnard Lakes, fazem-no, rodeados de muitos amigos cheios de talento, e criaram um dos meus discos favoritos de 2007, "The Besnard Lakes Are The Dark Horse".

Viva o Canadá!









Vídeo de "For Agent 13"

Tenho Medo do Natal









Muito medo.

Bonnie & Clyde



Os Bonnie & Clyde ou, na vida real, Fanny Wijk e Rickard Hallin e amigos, são uma banda sueca que fabrica um popzinho a recordar bandas independentes dos anos oitenta, daquelas que encontrávamos na Cherry ou na Postcard Records. Vale a pena investigarem, se esse tipo de som vos diz alguma coisa.

Delírio - O Circo Que Madonna Queria

Até Domingo, no Pavilhão Atlântico, mas com os sete espectáculos já completamente esgotados.

terça-feira, Novembro 27, 2007

Lições Para Dormir

"Sleeping Lessons", dos Shins, é a "banda sonora" desta publicidade televisiva do Zune, da Microsoft.

Sessões no Táxi

O conceito do Black Cab Sessions é filmar artistas a cantar/tocar num táxi, em Londres.

Aqui temos Nathan Willet, dos Cold War Kids, com Marianne, que os acompanha nos espectáculos ao vivo, a tocarem "dreams old men dream".

sexta-feira, Novembro 23, 2007

Os Olhos Vão Piscar e as Orelhas Saltar


Os Bodies of Water, um quarteto de Los Angeles, são mais uma daquelas bandas para a qual, provavelmente, a imprensa acordará tardiamente. Antes tarde do que nunca, ainda assim.

"Ears Will Pop & Eyes Will Blink", dos Bodies of Water, é um dos meus discos do ano de 2007.

"I Heard It Sound" para a Blogotheque




P.S. O "Ecletismo Musical " informou-me que é da mesma opinião sobre a qualidade do disco dos Bodies of Water e que também tinha feito um post, anterior ao meu, sobre a banda. Está aqui e tem dois vídeos que não coloquei no meu post.

Papel e...Cola

Estou apaixonado. Não preciso nem do papel nem da cola. Só preciso de ti, Emma Pollock.

Emma Pollock - "Paper and Glue"

É Ela

Há uns dias, dizia-me um amigo:"No outro dia descobri uma banda no teu blog. Os Caribou." E eu fiquei a saber que ele não lê este blog desde 2005. :-)

Isto tudo para dizer que os Caribou têm um novo vídeo, depois de "Melody Day", para o tema "She´s The One", também realizado por Daniel Eskils, como o anterior single. Podem encontrar este tema, com a colaboração de Jeremy Greenspan (dos Junior Boys) no último disco, "Andorra".

Não é Preciso Desejar

Podemos parar de desejar António Sérgio na Radar. Ele estará lá, a partir de Dezembro, como todos já saberão. Faço votos que a Ana Cristina continue a acompanhá-lo, como sempre fez e tão bem.

Parabéns, Luis Montez! Parabéns, Radar! Parabéns, ouvintes da Radar!

Fiquem com "Wishing", pelos Flock of Seagulls, que teve, os seus primeiros trinta segundos, como genérico do programa "O Som da Frente":

segunda-feira, Novembro 19, 2007

O Homem Bolo

David Fonseca tem mais um excelente vídeo, desta vez para a sua (também) excelente versão de "Rocket Man".

FNL

Feist no SNL (Saturday Night Live), a 3 de Novembro, tocando "I Feel It All" e "1234".

"I Feel It All"


"1234"

Velha Clientela



Os Clientele, clientes deste tasco desde 2005, têm um novo disco lançado este ano. A obra chama-se "God Save the Clientele" e podem ouvir um tema dele aqui.

sexta-feira, Novembro 16, 2007

Paris, Suécia!

Os Paris, uma banda sueca (a Embaixada da Suécia já me enviou o presente de Natal e eu tenho que mostrar trabalho) que se iniciou em 2003, e hoje têm um som que agradará a fãs de bandas como os Long Blondes, Ladytron ou, para os que ainda se lembram dele(a)s, as Elastica, lançaram, em Setembro, “The Landlord is kind enough to let us have our little sessions”, um disco que nasceu após dois anos de digressões.

Aqui vão amostras do som dos Paris:

"When I Laid My Eyes On You" (o último single)


"Streetlights"


"Disco Fever"

Transcendam-se


Amanhã (ou aqui em baixo), saibam mais sobre a Transcendental Meditation Program com o próprio David Lynch, no Estoril. Mais sobre este programa e a David Lynch Foundation no seu sítio, no MySpace.



David Lynch
Capela Battell, Yale University, 30/09/2005, 1200 estudantes










quinta-feira, Novembro 15, 2007

Mãe, Liga-me!

A minha mãe, todas as manhãs, fazia o meu plug-in (acordava-me)com AC/DC. E é por isso que acho que os Metallica são a Britney Spears do metal. Têm dúvidas? Vejam Phil Rudd, Angus Young, Malcolm Young, Cliff Williams e (o sempre fabuloso) Bon Scott numa prestação, ao vivo, em Glasgow, em 1978, dando tudo por tudo em "Riff Raff" e "Rock Roll Damnation". ISTO É ROCK N ROLL!!!!!!!!!!!!!!!!!


O Rapaz do Gás



Talvez o Michael Lewicki, estudante da Vancouver Film School, e criador deste filme, "Happy", um dia seja famoso e toda a gente fale dele.

quarta-feira, Novembro 14, 2007

Sr. Destroyer Ataca Rosas Azuis



O génio Daniel Bejar, que todos vocês se recordam dos Destroyer e também dos New Pornographers e dos Swan Lake, tem um projecto com a sua Senhora , Sydney Vermont, que dá pelo nome de Hello, Blue Roses que vão querer ouvir, se não tiverem ouvido já ou forem leitores que já ouviram sem terem ouvido, o que vos dá um potencial futuro como críticos ausentes, os tais que escrevem sobre concertos e discos que não foram ou que não ouviram. Facilidades da internet.





foto: Jen Weih

Um Clássico



Já é um clássico que o público norte-americano tem uns "goodies" comerciais que nós, europeus (e também no Brasil, para quem lê lá este blog) não temos. Dos clubes de vídeo e música online com preços incríveis a, agora, clássicos online grátis para inglês, perdão, americano ver, os "gringos" estão sempre à frente.

terça-feira, Novembro 13, 2007

The Make Model

Eles são muitos. São seis. E é nisso mas não só nisso, também no som, que lembram outras bandas do passado como os Camper Van Beethoven ou os Poi Dog Pondering, por exemplo, entre tantas outras possibilidades. Os Make Model são de Glasgow e podem chegar aos ouvidos do mundo agora que assinaram pela EMI e têm o seu segundo single, "The Was", como uma peça viciante para FMs. O seu primeiro LP sairá só em 2008.

quinta-feira, Novembro 08, 2007

These Boots Are Made For Shoegazing

Rufus / Lisboa

Algum do público colocou vídeos, no YouTube, do concerto de Rufus em Lisboa. Apesar das imagens e do som não serem de grande qualidade, ficam por aqui algumas para recordar.

Visita a Belém / Português e Espanhol / Água





"Rules and REgulations"




Rufus, com a mãe ao piano, canta "Somewhere Over The Rainbow".

Achamos Todos Os Pombos

Os Pigeon Detectives, que muita falta fazem em Lisboa porque têm desaparecido alguns para destino incerto, já são um pequeno sucesso, na Grã-Bretanha. Segunda-feira sai o single, revivalista q. b., "I Found Out", que tem um vídeo muito divertido.

Pigeon Detectives - "I Found Out"




quarta-feira, Novembro 07, 2007

A Hora Do Bowl

Segundo single, "Sugar Bowl", de "Fun at the Gymkhana Club" dos Spektrum.

A Noite da Pequena Princesa

Ao chegar à sala do Coliseu, o que mais fiquei a temer é que Rufus fosse tocar para 60 pessoas, tantas quanto as que estavam para os The Grey Race , banda de Brooklyn, que faz as primeiras partes, de Rufus, nos quatro concertos espanhóis e no lisboeta, e que tem como membros Jon Darling (vocalista, guitarrista e compositor) Ethan Eubanks e o prestigiado baixista Jeff Hill, também músico de estúdio e de digressão de Rufus Wainwright.

Infelizmente, foram apanhados pela habitual falta de respeito do público, a que Rufus foi exposto em 2005, e que, por acaso, ontem fez referência a isso (á falta de público), quando abriu, também no Coliseu, para os Keane, quando, certamente, muito do público também ficou no bar, ás portas do Coliseu, ou a comer a última bifana esperando algo que não era o golo do Benfica porque isto de primeiras partes é sempre com bandas amadoras menores.

Mal os Grey Race sairam do palco foi ver o Coliseu a compor-se e rapidamente as seis dezenas, que estavam na sala, diluiram-se numa plateia completa, um balcão quase preenchido na totalidade mas com os camarotes vazios e pouca gente na zona do miradoro. No entanto, é muito lamentável que até, sensivelmente, ás 21:40, praticamente trinta minutos depois do início do espectáculo, ainda houvesse gente a entrar para a plateia e a procurar lugar no balcão.

Do excelente concerto de Rufus e da sua banda, ficou a certeza que Rufus devia ser visto, sempre, primeiro ao vivo e só depois se devia comprar o disco. Um pouco como acontece quando vemos um musical: compramos o disco não para subsituir o espectáculo mas para o recordarmos. Depois de ontem, os discos de Rufus passam a ter esse valor: de recordação.

Rufus Wainwirhgt é, de facto, um Grande performer. Um excelente actor. Ele pode nunca ter ido ao Museu dos Coches, nunca ter ouvido a "La Traviata", por Maria Callas, em 1958, no São Carlos, não ser uma Pequena Princesa e detestar Lisboa mas todos ficámos a acreditar no contrário assim como ficámos crentes que ontem foi a primeira vez que ele cantou, durante três horas, aqueles temas e, sem tentativas, consegui-o na perfeição à primeira. Não sabemos nem queremos saber que ele hoje estará numa outra cidade "mais bonita do mundo" ou que estará a fazer, pela enésima vez, como se fosse a primeira, um playback de "Get Happy", com roupa a preceito e coreografia ligeiramente inspirada na interpretação de Judy Garland no filme "Summer Stock" e a divertir umas centenas, se não forem milhares, de fãs, como fez ontem no Coliseu.

Para recordar, ficam momentos ("Get Happy") de um concerto em Londres e do concerto de Barcelona, que se repetiram ontem no Coliseu.

"Macushlah", sem amplificação, inspirado na interpretação do tenor, do princípio do século XX, John McCormack (o tema não é da autoria de John McCormack):



"A Foggy Day In London Town"


"Get Happy"

terça-feira, Novembro 06, 2007

Rufus: O Que Vamos Ouvir Hoje

Os temas que Rufus Wainwright tocou no Hammersmith Apollo, em Londres, na passada semana, foram os que podem ver abaixo, o que, possivelmente, nos dará alguma indicação do que se passará esta noite no Coliseu. Se o que se passou em Londres repetir-se em Lisboa, Kate McGarrigle, a mãe de Rufus Wainwright, uma Senhora do folk, como o seu pai, sentará-se ao piano e cantará com o filho.

Lista de temas:

Release the stars
Going to a town
Sanssouci
Rules and Regulations
Cigarettes & chocolate milk
Tulsa
The art teacher
Tiergarten
Leaving for Paris
Between my legs

Consort
Do I disappoint you?
A Foggy Day in London Town
If Love Were All
Nobody's off the hook
Beautiful Child
Not ready for love
Slide show
Macushlah
14th Street

Encore 1:

I don't know what it is
Danny Boy
Poses

Encore 2:
Get Happy
Gay Messiah

"Cigarettes and Chocolate Milk" foi assim, na noite de Halloween, no Hammersmith Apollo, Londres:

segunda-feira, Novembro 05, 2007