quinta-feira, setembro 27, 2007

Gilty Pleasures

Fantástico este single, "Gilt Complex", dos Sons & Daughters que eu não me canso de ouvir. Há aqui um pouco de Joan Jett e de mais outras coisas que têm tecto na Domino Records, como os Royal We ou as Long Blondes.

Este tema é do novo disco, "This Gift", que só sairá em 2008, e que foi produzido por Bernard Butler.

Fab!

8 de Março de 2008 no Pavilhão Atlântico

Educar Kánhé

A mãe de Kanye West anda Donda de alegria com o lançamento do seu livro, "Raising Kanye". Tão donda, tão donda, que a Sra. Donda West disse isto sobre o seu filho ao Baltimore Sun:

"You never know how words can save a person's life, physically or otherwise. People like Martin Luther King or Mahatma Gandhi or, in my view, Barack Obama, or Jesus Christ — people whose job it is to tell the truth — I see that in Kanye. Now, people like you are gonna go, 'Oh, Kanye's mom said he's like Jesus!' but … when you have a gift, you didn't get it by yourself. … Your truth is your truth."

Agora há algo que eu não percebo tendo Kanye West sido educado por pais de classe média e, segundo a sua mãe, tendo ele os dons de gente como Barack Obama (aí que o Barack ainda vai ter que concorrer contra o Kánhé), Gandhi, Luther King e o primeiro rapper de todos os tempos, Jesus Cristo, como é que o rapaz, ainda assim, tem problemas com o seu inglês. Será que ninguém lhe disse como se conjuga o verbo "to be"? Será que ele apenas quer enganar o seu público e passar como o rapaz pobre do "hood" que fez sozinho pela vida mas não esqueceu que um bom Kánhé Hood é um rapazola que conjuga "to be" com muito "are" e sem "am"...Bem, o que até se compreende porque afinal Kánhé se calhar é judeu. Então ele não tem os dons de Cristo? E um bom judeu não toca no "am".

Kánhé é um judeu único. Para além de ter "Omari" no nome tem boas relações com brancos da Suécia. Tão boas que eles permitem, na sua presença, que ele chacine o seu bom tema pop.

Peter, Bjorn & John, com caras de desespero, com Kanye West a desgraçar "Young Folks":


Esta posta teve inspiração divina.

quarta-feira, setembro 26, 2007

Who´s Afraid of Victoria Bergsman?

Peter, Bjorn and John estariam a meio segundo de perder a banda, se os radialistas "profissionais" deste país soubessem quem são os Concretes ou quem é a Victoria Bergsman. Porquê? Não sabem daquele edifício radiofónico que é dizer que a banda é do vocalista como, por exemplo, "os U2 de Bono"? Se em Portugal, nessas lindas horas de playlist (que, para quem ouve, é mais "pray" para ouvir o menor número de calinadas e de temas imbecis) das FM (Fede Medo) sonhassem quem é a Victoria Bergsman teriamos:"ouvimos "Young Folks" dos Peter, Bjorn & John de Victoria Bergsman".

Mochila Sem Rodas

Nesta altura não deixe as suas crianças "carry around" uma mochila sem rodas.

Eu definiria o som desta faixa como uns Beta Band com rebuçados na boca, mas, atenção, estes rapazes são norte-americanos, da Carolina do Norte. Ok, os Beta Band era mais para pessoas com óculos de massa.

The Annuals
- "Carry Around"

Chamem o Polícia: Eu não Pago

É engraçado quando as televisões estão chateados com os promotores ou com as bandas que passam por Portugal, porque não os deixam filmar nem um bocadinho, para fazerem entrar a peça nos 10 segundos finais dos últimos jornais televisivos do dia.

E com os Police ou com a promotora do espectáculo a zanga deve ter sido grande ou a RFM e o Barclays tinham um exclusivo tão grande que toda a gente se esqueceu que os Police ontem tocaram em Lisboa.

Não houve problema porque a noite de Lisboa tinha outro grande acontecimento a decorrer e esse, é claro, ninguém faltou, da RTP à RDP, porque era à borla e, culturalmente, foi um dos acontecimentos do ano. Houve até um directo no jornal da Dois.

Qual foi esse grande evento, que até teve um directo, perguntam vocês? Carlos Tavares, o ex-ministro da Economia, a cantar, ao vivo, no Teatro Maria Matos. Diz-se mesmo que se Carlos Tavares não tivesse feito este espectáculo os Police tinham esgotado.

Mas os Police já, há muitos anos, tinham feito uma canção para Carlos Tavares que se chamava "Don´t Give Up Your Daytime Job".

segunda-feira, setembro 24, 2007

Os Bootlegs Legais dos Abóboras

Tudo no próprio site dos Abóboras.

Corte Dala

"Night Falls Over Kortedala" é o novo disco de Jens Lekman. A Secretly Canadian fez o obséquio de colocar dois( "The Opposite of Hallelujah", "Friday Night At The Drive-In Bingo") downloads do disco no seu site.

O vídeo é de "Sipping on the Sweet Nectar", outro dos novos temas deste disco.

Rádio Rara

Com as ondas do éter a transbordarem de lugares comuns, ignorância, e vácuo, é bom ter uma Radar. É bom ouvir o correr da lista dos melhores discos da segunda série de "Álbum de Família", da Radar. Parabéns ao Pedro Ramos, Nuno Galopim e Tiago Castro e obrigado ao Luis Montez por manter este "dog" no seu portfólio de investimentos.

sexta-feira, setembro 21, 2007

O Cão de Socorro e o Cowboy de Verão

Os Husky Rescue, banda que eu tanto tenho insistido por aqui, terão, a 22 de Outubro, um novo disco disponível, "Other World - Remixes & Rarities".

Graças à gentileza da banda, podemos fazer download de um dos temas remisturados nesse novo disco. Trata-se de "Summertime Cowboy (Victor Maloy Sleazy Cowgirl Mix".

Fiquem com a recordação de "Nightless Night" do último disco, "Ghost Is Not Real".



Fim Amargo

Os Nine Black Alps, de Manchester, têm um novo single no forno, quase pronto para vir ao mundo. A data programada para a primeira dentada em "Bitter End" é 8 de Outubro. Este single abre caminho para o novo disco da banda, "Love / Hate".

quinta-feira, setembro 20, 2007

We Are Not Men! We Are Polysics!

Os Polysics or Die! são japoneses e mesmo "big in japan". Têm um novo disco nos E.U.A., soam a muita e a tanta coisa dos fins dos anos setenta e inícios dos oitenta, e espero que os Devo achem graça ao seu visual. O último vídeo é de "Electric Surfin Go Go".

Os Polysics não estão lligados à estação de tv em Carnaxide. E não, a Clara de Sousa não é bonita nem sexy.




Dança Virtual

Eu apostaria que a moça está a dançar outra música. Os Les Savy Fav dizem que não. Ela dança mesmo ao som de "Patty Lee". E nós fingimos que acreditamos.



Homícidio na Pista

Astronauta, se a Sophie Ellis Bextor vê isso, vai haver mesmo homícidio na pista de dança.

quarta-feira, setembro 19, 2007

Sala Nuvem





Os Cloud Room têm um novo EP, "Please Don´t Almost Kill Me", que podem ouvir e comprar no MySpace.

terça-feira, setembro 18, 2007

Um Dois Três

E já lá vão três singles do último disco dos Interpol, e o terceiro tinha que ter 3 no título.

Interpol - "No I in Threesome"

Novo de Mr. Ed

"You Put A Spell On Me" é o novo single de Ed Harcourt e será incluído num "best of", "Until Tomorrow Then", a ser lançado no início de Outubro.

Vivos Como Ursinhos

Trinta anos depois do lançamento do "Greatest", dos Bee Gees, aí está, pela mão da Rhino, o mesmo disco mas devidamente envernizado, com as remisturas e filtragens do costume mas com quatro remisturas adicionais. Uma delas foi da autoria dos suecos Teddybears e que belo trabalho eles fizeram ao "Stayin Allive". Podem ouvir aqui. Serenela Andrade, já, a ler os números da lotaria e a dançar isto.

Sim, os TeddyBears são os mesmos que convidaram o Iggy Pop para isto:

segunda-feira, setembro 17, 2007

Raridade de Fogo

Em 1982, ao vivo, numa estação de televisão, em Boston, os Wall of Voodoo dão vida à sua fenomenal versão de "Ring of Fire", de Johnny Cash. Em Portugal, pela altura que este vídeo foi gravado, só António Sérgio passava os Wall of Voodoo na rádio.

Firmemente Jovens

Os Young Knives, uma das bandas novatas que mais me interessam,têm um vídeo para po seu novo single, "Terra Firma".


Young Knives - "Terra Firma"



Quebec est Patrick

Patrick Watson (ver vídeo abaixo) ganhou o prémio de "Artista do Ano", "Compositor do Ano" e de "Melhor Álbum Pop", no Quebec Independent Music Awards. Os Arcade Fire arrecadaram o prémio para "Espectáculo do Ano", "Carrreira Internacional do Ano", e de "Melhor Álbum de Rock Independente". Os Tricot Machine, ver um vídeo abaixo, ganharam o prémio como melhor nova banda.

Podem ver os restantes resultados, no sítio da organização.

Patrick Watson - "The Great Escape"



Tricot Machine "L´ours"

Angry Like The Wolf

A propósito de um artigo de Miguel Esteves Cardoso e dos depoimentos de João David Nunes, David Ferreira e Zé Pedro, na edição de hoje do "Público", sobre a saida de António Sérgio da Rádio Comercial, escrevo esta posta.

O António Sérgio, responsável, com Ana Cristina Ferrão, por milhares das melhores horas de rádio sobre música pop/rock alternativa que ouvimos em Portugal, foi enviado para as "boxes" (apesar de ter sido mais para fora da pista) na Rádio Comercial, onde fazia a sua "Hora do Lobo", a horas de lobo e a concorrer com "putos", de outras estações, que cresceram a ouvi-lo, e com outras alternativas, mesmo locais, que não existiam quando ele era o único.

Na minha opinião, e só lhe desejando o melhor que, obviamente, não é manter-se sem emprego, fizeram-lhe um favor. O que estava António Sérgio a fazer na Rádio Comercial? Ele era o último azulejo do que, há muito tempo, foi uma enorme grandiosa composição de talentos, personalidades e doutores dos ouvidos. Hoje, como em tantas outras rádios, a Rádio Comercial não é muito mais do que um conjunto de vozes "giras", adequadas para fazerem vozes de continuidade, de estações de televisão, ou servirem como vozes "oficiais" de operadoras de telemóveis, e pouco mais. É verdade que essas "vozes", mesmo que tenham novos António(s) Sérgio(s) por trás, são domadas pelo paternalismo, da sabedoria computorizada mas feita por homens, da mãe de todas as rádios, essa suprema ditadora de gostos "top 40", a "playlist". Ironicamente, e tristemente, se António Sérgio não voltar à rádio, umas das suas actividades, porque é um profissional e não vive de quanto os outros gostam dele, é, precisamente, emprestar a sua voz a spots de programação da SIC.

António Sérgio é aquele Homem da rádio que, mesmo que muitos já não o ouçam, pelas mais diversas razões, e nenuma delas por o talento de António Sérgio ter desaparecido com vinis debaixo do braço, todos, sem excepção, dizem "foi com o António Sérgio que ouvi estes tipos pela primeira vez..." ou "se não fosse o António Sérgio nunca ouviria a música que ouço hoje".

Felizmente, e estou certo que António Sérgio concordaria comigo, hoje ele já não é o único, ao contrário do que Miguel Esteves Cardoso escreve. Há muitas pessoas, em algumas rádios e em alguma imprensa, com muito talento e conhecimento, muito graças ao caminho que ele começou a abrir há trinta anos, e que, hoje, ao lado dele, são vozes únicas, em união com a sua, para que a música única e rara não se cale.

Estou certo que todos eles diriam: "Obrigado, António, e não te cales. Precisamos de ti."

sexta-feira, setembro 14, 2007

Gus Gal / Eu Não Bebo Reyka mas Gosto dos Anúncios e da Hafdis

Lembram-se dos islandeses Gus Gus? Sim? Então talvez se recordem que havia lá uma menina que dava pelo nome de Hafdis Huld. Ela agora vive em Londres e lançou o ano passado um disco a solo, "Dirty Paper Cup". Ela também participou numa campanha, divertidíssima, da Vodka islandesa Reyka ( a moça no site é ela). Podem ver no site ou abaixo. O seu último vídeo não é nada recente mas vale a pena ver. Chama-se "Tomoko". Se não conhecem, ouçam a sua versão de "Who Loves The Sun" no MySpace.




Reyka Island (com Hafdis Huld) - Anúncio 1




Reyka - Anúncio 2



Reyka - Anúncio 3

Mapas do Céu

O novo single dos Maps chama-se "To the Sky". Chega a 8 de Outubro mas já tem vídeo.

Led Zeppelin Valem 20 Milhões de Acessos

Existiram 20 milhões de tentativas de execução de registros, no site dos Led Zeppelin, para serem incluídos no sorteio da venda de bilhetes para um dos concertos da banda, que se vão realizar, praticamente, 20 anos depois de terem tocado juntos pela última vez.

É do meu ouvido?

Será do meu ouvido ou preciso de ser internado? Consigo ouvir partes do fantástico "John and Mary", por Robert Palmer, no single de lançamento de duas barbies suecas, as Lucky Twice.

Robert Palmer - "John and Mary"



Lucky Twice - Lucky

Regresso ao Planeta

Esta noite, os astronautas do Planeta Pop, em noite de rã-trê, regressam ao planeta Incógnito para mais uma noite atrás dos pratos a passar boa música, nova e velha. Quem não aparecer leva uma "tapinha".

quinta-feira, setembro 13, 2007

Modern Love (is Fine Art)

Os Fine Arts Showcase (que é como quem diz, o sueco que vive em Londres e vai à Suécia tocar, Gustaf Kjellvander e convidados) têm um novo single, o segundo, retirado do último disco, "Sings Rough Bunnies". O single chama-se "Modern Love" mas não é "automatic":

quarta-feira, setembro 12, 2007

Sem Explicação Científica

Sim, os National Bank são uma espécie de refúgio emocional, ou anti-stresscional, para Thomas Dybdahl. Falar-vos nos National Bank sem ter falado em Dybdahl é como falar em Adão sem falar em Eva ou falar na Maçã esquecendo a árvore. Dybdahl me perdoe.

A útlima coisa que este Deus norueguês fez a solo foi um disco, para a RykoDisc (desculpem-me a redond-ânsia), e chamava-se "Science"e foi razão para uma digressão americana. Podem ouvir temas do disco no MySpace ou visitar o sítio de Thomas Dybdahl.

Thomas Dybdahl - "Dice" (do disco de 2006 "Science")




Thomas Dybdahl - "From Grace" (do disco de 2002 "That Great October Sound")

National Bank de regresso

Os noruegueses National Bank, de quem coloquei aqui há muito tempo o fantástico "Tolerate", estão de regresso com o single "Let Go". Infelizmente, esta banda, que tem um enorme sucesso no seu país, e assinada pela Universal para a Noruega e França, não têm tido qualquer cobertura por parte da imprensa nacional.

Tha National Bank - "Let Go"

Emma Olha Fogo de Artifício

A cinco dias de chegar ás lojas o disco a solo de Emma Pollock (ex-Delgados?), "Watch the Fireworks", que tal ver o vídeo do single "Acid Test"?

terça-feira, setembro 11, 2007

Coisa Boa

Os That Petrol Emotion foram uma banda fundada por dois manos e ex-membros dos Undertones. Os primeiros discos foram cheios de grandes temas que ainda hoje são irreverentes e originais.

Aqui está uma raridade, graças ao YouTube. Os That Petrol Emotion a tocarem o tema "It´s A Good Thing", ao vivo:



Já agora, fiquem com o vídeo de "Big Decision":



A Arte da Guerra

Não, os Art of Fighting não são do Japão nem têm uma história distante como a de Sun Tzu. Eles são uma banda australiana com actividade há doze anos mas com apenas trÊs discos editados. O último, "Runaways", foi lançado em Março e "Mysteries" (abaixo) é o segundo vídeo/single deste disco.




Let´s Watch Joy Division

O "trailer" oficial de "Control" está aí, aqui. Meninos, vão buscar os anti-depressivos, lenços de papel, as latas de "Red Bull" e as tiras de queijo com sabor a churrasco, e aprendamos, sorrindo, como a vida pode fugir-nos das mãos quando deixamos de CONTROLar o incontrolável.



Site do filme "Control" aqui.

História de um Apartamento Nacional

Dos The National, "The Apartment Story" é o novo single e vídeo para alegrar os neurónios.

DL não quer dizer Diário de Lisboa.


Timemickey

A propósito do single "Timebomb", de Beck, que saiu em exclusivo no ITunes, a 21 de Agosto, ao ouvi-lo estou sempre a lembrar-me de "Mickey", por Toni Basil, porque o ritmo de "Timebomb" se não é um sample deste tema, é muito parecido.

"Mickey", de 1982, por Toni Basil rezava assim (reparem apenas na percurssão):



segunda-feira, setembro 10, 2007

Le LOUP

Os Le Loup, de Washington D.C., são uma das bandas norte-americanas com mais potencial para virem a ocupar, no futuro, o pódio das bandas alternativas mais desejadas.

Podem ouvi-los no MySpace.

Me and The Pope

"Second Minute or Hour", canção de Jack Penate, já com um ano, sai a 24 de Setembro, como single, com um novo vídeo realizado pelo veterano Tim Pope:

Let´s Dance To Joy Division

Os Wombats (que, caso não saibam, é o nome - no plural - de um animal australiano que se existisse em Portugal estaria já escopndido a jogar ás cartas com o Lince da Malcata) ousaram fazer um tema não-depressivo com "Joy Division" no título. Eles já têm no c.v., uma "homenagem" a Sir Cliff Richard, em "Backfire at the disco".

É um tema rock´n´roll que vai para além da batida básica. Tem diversas pinceladas inesperadas que nos aguçam a curiosidade para que os Wombats fiquem na mira. O tema fica já aqui e a letra, muito divertida, quanto a mim, está mais abaixo.





Lets Dance To Joy Division - Wombats


I'm back in Liverpool,
And everything seems the same,
But I worked something out last night,
That changed this little boy's brain,
A small piece of advice,
That took twenty-two years in the make,
And I will break it for you now,
Please learn from my mistake, please learn from my mistake,



Let's dance to Joy Division,
And celebrate the irony,
Everything is going wrong,
But we're so happy
Let's dance to Joy Division,
And raise our glass to the ceiling,
Cause this could all go so wrong,
But we're so happy, yeah we're so happy,


So if you're ever feeling down,
Grab your purse and take a taxi,
To the darkest side of town,
That's where we'll be,
And we will wait for you,
And lead you through the dancefloor,
Up to the DJ booth,
You know what to ask for, you know what to ask for,

Go ask for Joy Division,
And celebrate the irony,
Everything is going wrong,
But we're so happy
Let's dance to Joy Division,
And raise our glass to the ceiling,
Cause this could all go so wrong,
But we're so happy, yeah we're so happy,



Let the love tear us apart;
I've found a cure for a broken heart,
Let it tear us apart,
Let the love tear us apart;
I've found a cure for a broken heart,
Let it tear us apart,
Let it tear us apart,
Let the love tear us apart;
I've found a cure for a broken heart,
Let it tear us apart,
Let it tear us apart,
Let the love tear us apart;
I've found a cure for a broken heart,
Let it tear us apart,
Let it tear us apart,
Let it tear us apart...


Let's dance to Joy Division,
And celebrate the irony,
Everything is going wrong,
But we're so happy
Let's dance to Joy Division,
And raise our glass to the ceiling,
Cause this could all go so wrong,
But we're so happy, yeah we're so happy,

So happy,
Yeah we're so happy,
So happy,
Yeah we're so happy,
So happy,
Yeah we're so happy,
So happy,
Yeah we're so happy.

quinta-feira, setembro 06, 2007

We Are From Andorra

Os Caribou têm um novo disco, "Andorra", e o primeiro vídeo é para "Melody Day", realizado por Daniel Eskils:

It´s A Man´s Heaven

Pavarotti e James Brown ao vivo, em 2006, numa magnífica interpretação de "It´s A Man´s World":

terça-feira, setembro 04, 2007

Suzanne Vega em Lisboa?

Que tal Suzanne Vega em Lisboa a 29 ou 30 de Outubro. Porque não roubarmos a data de Madrid que ainda está por confirmar a 30 de Outubro?

"Frank & Ava" do novo "Beauty & Crime"

Pequenas Aventuras

O duo britântico I Was A Cub Scout tem um fascinante vídeo para o seu novo single, "Our Smallest Adventures", lançado ontem.

Sumo Laranja - Colheita de 82

Há vinte cinco anos, Edwyn Collins com os seus Orange Juice e o tema "Rip It Up" (que também era o nome de um disco). Espero que percebam como este som era fenomenal em 1982.

A Luta

É bom ver o GRANDE Edwyn Collins de regresso aos discos, depois da grande luta que teve que travar, em 2005 e 2006, para recuperar de duas hemorragias cerebrais e problemas cardíacos de que sofreu, no início de 2005. "Home Again", à venda (lá fora) no dia 17 de Setembro, é o resultado do que tinha sido feito antes da doença, em 2004, e depois da recuperação. "You´ll Never Know (My Love)" é o primeiro (GRANDE) single do seu sexto disco a solo.

Obrigado, Edwyn, por venceres a luta e continuares a batalhar para nos dares este novo disco.

Todos fazemos votos que Edwyn recupere totalmente e volte a cantar e a tocar sem dificuldades.